Time que encalhou barco na Volvo Ocean Race dispensa navegador

November 3, 2014. Leg 1 onboard Team Vestas Wind. Wouter Verbraak looks out at the 30+ knots of wind he predicted on Day 23
November 3, 2014. Leg 1 onboard Team Vestas Wind. Wouter Verbraak looks out at the 30+ knots of wind he predicted on Day 23

O Team Vestas Wind, barco da Dinamarca na Volvo Ocean Race, anunciou que o holandês Wouter Verbraak não faz mais parte da equipe. No comunicado, enviado nesta sexta-feira (23), os dirigentes da equipe, patrocinadores e o comandante Chris Nicholson analisaram o que ocorreu na segunda etapa da regata e decidiram não continuar com o navegador. O barco precisa ser reconstruído após encalhar em uma ilha do Oceano Índico no final do ano passado. O incidente prejudicou o time, que foi obrigado a perder quase todas as pernas.

Os dinamarqueses confirmaram também que pretendem voltar à disputa da Volta ao Mundo a partir da etapa de Lisboa, em junho de 2015. “O Team Vestas Wind deseja sorte e agradece aos serviços prestados por Wouter Verbraak”, disse Chris Nicholson, comandante do Team Vestas Wind.

December 03, 2014. Team Vestas Wind crew arrives to Mauritius with all the equipment they rescued from the boat after grounding on the Cargados Carajos Shoals on the 29th November; The crew are safe and uninjured but had to abandon the ship after it sustained damage to the stern. In this image is Wouter Verbraak and Rob Salthouse. Wouter Verbraak, Rob Salthouse and Peter Wibroe upon their arrival to Mauritius.
December 03, 2014. Team Vestas Wind crew arrives to Mauritius with all the equipment they rescued from the boat after grounding on the Cargados Carajos Shoals on the 29th November; The crew are safe and uninjured but had to abandon the ship after it sustained damage to the stern. In this image is Wouter Verbraak and Rob Salthouse. Wouter Verbraak, Rob Salthouse and Peter Wibroe upon their arrival to Mauritius.

O velejador Wourter Verbraak também se manisfestou: “Estou muito triste por deixar o Team Vestas Wind, mas respeito a decisão de Chris Nicholson. Eu gostaria de poder ajudar na reconstrução do barco. Agora sigo minha carreira e em breve posso anunciar meu rumo”.

No mesmo comunicado,  os diretores do Team Vestas Wind confirmaram que o resto da tripulação continua e terá papel decisivo na reconstrução do barco no estaleiro Persico, na Itália.

O barco encalhado foi removido do arquipélago de São Brandon, nas Ilhas Maurício, antes do Natal. Um cargueiro da Maersk leva a embarcação para Gênova, na Itália. Mais tarde, o veleiro vai para Bergamo, onde fica o estaleiro.

December 19, 2014. Team Vestas Wind salvage operation begins in St Brandon Island - Mauritius.
December 19, 2014. Team Vestas Wind salvage operation begins in St Brandon Island – Mauritius.
January 2, 2015. Team Vestas Wind Recovery; Team Vestas Wind Shore Manager, Neil Cox, directs operations as the boat is lowered from the ship.
January 2, 2015. Team Vestas Wind Recovery; Team Vestas Wind Shore Manager, Neil Cox, directs operations as the boat is lowered from the ship.

Seis barcos seguem na disputa da Volvo Ocean Race 2014-15. As equipes participam da terceira etapa, entre os Emirados Árabes Unidos e a China. A regata está em sua reta final e tem o chinês Dongfeng Race Team na ponta.

Fonte: Volvo Ocean Race

Deixe uma resposta