"Travessuras no Atlântico – Navegando ao Som do Reggae" – Sérgio A Gomes

travessuras

Foi lançado o novo livro do Sérgio Amaro Gomes, “Travessuras no Atlântico – Velejando ao Som do Reggae” que está disponível para compra direto com o autor através do e-mail: sergio@tresnomundo.com.br

Este é o prefácio cedido pelo autor:

PREFÁCIO

Ao redor tudo é calmaria. Estamos em algum ponto do Atlântico, entre o Caribe e a Europa, navegando em nosso veleiro, nosso lar flutuante, rumo às ilhas dos Açores. Centenas de milhas de mar nos separam do ponto de terra mais próximo.

Engana-se quem pensa que as calmarias são monótonas. Nelas temos tempo para muitas coisas, mesmo confinados no espaço pequeno de um veleiro. Em calmarias temos tempo para conversar, lembrar histórias, pensar e contemplar!

E como é bom contemplar quando, à proa, uma lua cheíssima se levanta do mar azul espelhado, espalhando um rastro prateado para nos servir de guia, como agora, e que nos acompanhará a noite toda.

À nossa popa, o sol acaba de se pôr, deixando algumas nuvens douradas e ainda lançando reflexos alaranjados sobre as águas que acabamos de deixar para trás. Assim são os dias dos viajantes dos mares.

Se algumas vezes a situação não é boa e preferiríamos estar em outro lugar qualquer, em muitas outras toda a beleza do mundo se apresenta aos nossos sentidos quando navegamos. Nenhum dia é igual ao outro. Nunca podemos dizer exatamente o que vai acontecer nos próximos instantes. O inesperado e o belo nos esperam a cada instante e cada amanhecer. Por isso navegamos!

Quando o vento cessa e o mar espelha, como eu já disse, também pensamos e lembramos de histórias. E nesta calmaria, especificamente, início este livro. Sentado no cockpit do barco, com o computador no colo, olhando toda a beleza ao meu redor, escrevo o parágrafo acima e começo a relacionar tudo que quero contar para você, Leitor. Portanto, este livro se inicia com uma energia maravilhosa: a energia de um universo em paz infinita.

Ainda estamos no meio de nossa viagem, mas já há muito a relatar!

Gostaria de lembrar a você, Leitor, que este livro que agora principia não é uma ficção. Também não é um romance. É apenas uma série de histórias da realidade que vivemos, eu e meus filhos. Uma realidade bela demais, para que fosse maculada com invenções, exageros ou floreios. Cada caso, cada uma das coincidências, acontecimentos e histórias (mesmo as que parecem mais “exageradas” contados aqui, realmente, aconteceram. As pessoas são reais e, quem navega pelo mundo ou navegará, com certeza as irá encontrar, conhecer e se afeiçoar a elas.

 

E essa realidade foi mais bela que o mais maravilhoso de nossos sonhos, graças ao esforço conjunto de minha família e nossos amigos, somados à nossa alegria para vivê-la.

 

Fizemos de nossos sonhos uma vida!

 

Quem pode querer algo mais?

 

Meus filhos são testemunhas.

 

Sérgio Amaro Gomes

 

Texto, fotos e vídeos reproduzidos com autorização dos autores.

Deixe uma resposta