Abraço à Guarapiranga ocorrerá em meio à crise da água

abraco_2015_banner_fb1-1024x1024

Os organizadores elegeram como tema a frase: Água é direito humano, não se vende, se defende!

O Abraço à Guarapiranga é uma manifestação de respeito e carinho da população com as fontes de água de São Paulo, e também, um ato de denuncia e indignação pelo descuido com a preservação dos mananciais. O evento ocorre desde 2006, ano em que a represa completou seu primeiro centenário.

Segundo a organização, em sua 10º edição o Abraço irá mobilizar e alertar os cidadãos, as empresas e os governos para a urgência de  se construir  uma nova cultura de cuidado com a água.

Mauro Scarpinatti, um dos organizadores do Abraço lembra que “a ciência  aponta que, no Brasil, os eventos extremos causados pelas mudanças climáticas estarão relacionados, sobretudo, com a água. Tanto as secas quanto as enchentes tendem a ficar mais intensas, frequentes e duradouras, o que traz enormes perdas para toda a sociedade”. Destaca ainda, que há mais de um ano, São Paulo vive uma crise no abastecimento de água sem precedentes e que a população tem assistido os mananciais atingirem níveis críticos de armazenamento. A falta d’água virou rotina para grande parte dos moradores da cidade, sobretudo dos bairros mais distantes da região central, isso tem levado as pessoas a estocarem água muitas vezes de maneira inadequada, o que acaba por favorecer a disseminação da dengue.

Também segundo a organização do Abraço, as obras anunciadas pelo governo reforçam a velha prática de simplesmente aumentar a oferta de água buscando o recurso cada vez mais longe, sem apresentar medidas concretas de redução do consumo e de preservação efetiva das áreas verdes que protegem os mananciais. Estas sim alternativas sustentáveis para garantir água em quantidade e qualidade para a população

As represas Guarapiranga e Billings continuam sendo agredidas diariamente pelo despejo de esgoto, ocupações desordenadas, desmatamentos, afrouxamento da legislação, sendo alvos inclusive da cobiça imobiliária e de grandes empreendimentos como rodovias e aeroportos.

O Abraço à Guarapiranga 2015 elegeu como tema “Água é direito humano, não se vende se defende!”. Sem água não há vida. Nada justifica que a água continue a ser tratada como mera mercadoria. Para nós, a água é um direito humano fundamental e convidamos toda a sociedade para assumir sua defesa.

Serviço:

Abraço Guarapiranga 31.05.15

Programação:

Jardim Ângela – M’Boi Mirim

8h00 – Saída de caminhadas das Paróquias da Região em direção ao Parque Ecológico do Guarapiranga;

9h30 – Celebração de Missa Campal no Parque Ecológico do Guarapiranga;

11h30 – Plantio simbólico de mudas;

12h00 – Abraço  à Guarapiranga;

Parque da Barragem – Av. Atlântica, altura do nº 1.100 em frente ao 102 DP – Capela do Socorro

8h00 – Balão (depende das condições climáticas)

A partir das 9h30

– Oficinas de ikebana, Johrei , oficinas de sustentabilidade, atividades ambientais, exposições;

– Tenda dos produtores orgânicos de Parelheiros, ONGs, etc.

– Distribuição de 1.000 mudas em tubetes;

– Local para piquenique

10h00 – Saída do passeio ciclístico

10h00 – Shows  Zé Márcio e Claudio Lopes (Instrumental), Décio Sá (viola e berimbau), Grupo Casa das Corujas (samba de roda), Thiago do Reggae, Arrastão do Beco (Grupo de percussão popular),  Maracatu Bloco de Pedra

11h00 – Plantio simbólico de mudas;

12h00 – Arrastão de maracatu para o Abraço à Guarapiranga.

Siga @mananciaissp no Twitter

facebook.com/deolhonosmananciais

Fonte: De Olho nos Manaciais

Anúncios

Deixe uma resposta