Em vez de determinar com quão pouco podemos viver, identificamos do que não abrimos mão para viver

Hoje, adultos, não somos tão diferentes da criança que já fomos um dia. Se você vive em uma grande cidade, havendo passado os finais de semana da sua infância no litoral, é bem provável que continue migrando em direção à água, com sua família, para descansar. Se teve um veleiro na infância, espero que tenha um veleiro hoje – pois a vida é sempre melhor em um veleiro!

Conteúdo restrito a assinantes. 

Caso deseje adquirir uma assinatura da SailBrasil, clique aqui.

Caso seja um assinante e deseje fazer o login, clique aqui.

About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...
Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: