Brasil é bronze na Star Sailors League Finals nas Bahamas

Scheidt e Maguila com o bronze (Troels Lykke/SSL )
Scheidt e Maguila com o bronze (Troels Lykke/SSL )

Scheidt e Maguila com o bronze (Troels Lykke/SSL )

Campeão na primeira edição em 2013 com Bruno Prada, neste ano Robert Scheidt retorna ao pódio em Nassau ao lado de Henry Boening , o Maguila

Nassau (BAH) – Scheidt e Maguila venceram a regata das quartas de final, chegaram em segundo na semi e conquistaram o bronze na prova decisiva, garantindo assim, o pódio na Star Sailors League Finals (SSL) nas Bahamas. Mendelblat e Fatih (EUA) sagraram-se bicampeões (2014 e 2016), enquanto os franceses Rohart e Ponsot ficaram com a medalha de prata. As regatas deste sábado (3) foram disputadas com vento nordeste entre 12 e 14 nós na Baía de Montagu.

Contravento na regata final (Troels Lykke/SSL )

Contravento na regata final (Troels Lykke/SSL )

A eliminação de três tripulações a cada regata garantiu a emoção nas quartas de final e semifinal disputadas respectivamente por oito e seis barcos. A final reuniu quatro duplas: os vencedores da primeira fase, Negri e Lambertenghi (ITA), juntaram-se aos três primeiros da semifinal, os timoneiros Scheidt, Rohart e Mendelblat. Os italianos dominaram a fase de classificação e mais uma vez acabaram em quarto lugar, a exemplo de 2013 em Nassau e do SSL City Grand Slam de Hamburgo (ALE) deste ano.

Scheidt e Maguila chegaram a liderar a primeira das quatro pernas da regata final, mas acabaram ultrapassados por Mendelblat e Rohart. “Tivemos a chance de vencer, mas em uma regata decisiva é preciso escolher um dos lados da raia, não adianta ficar no meio. Tomamos a decisão que achamos correta. Foi um ótimo resultado. Eu não velejava de Star há muito tempo e logo no meu primeiro campeonato com o Maguila chegamos ao pódio”, analisou Scheidt, maior medalhista olímpico do País.

O bicampeão em Nassau, Mark Mendelblatt, comemorou o título de 2016 e não poupou elogios ao parceiro. “A batalha foi muito dura, a exemplo de nossa vitória há dois anos. Eu disse ao Brian: ‘vamos manter os pés no chão e continuar tentando, pensando em uma regata por vez’. Ele (Brian Fatih) fez um ótimo trabalho na proa do barco, principalmente na semifinal e final”.

Brasileiros antes da regata decisiva (Troels Lykke/SSL )

Brasileiros antes da regata decisiva (Troels Lykke/SSL )

A SSL Finals 2016 distribuiu premiação geral de 200 mil dólares, sendo 40 mil para os campeões, 30 mil para os segundos colocados, 25 mil para os terceiros e assim sucessivamente. Neste ano, a competição reuniu 25 duplas, incluindo 16 medalhistas olímpicos, campeões mundiais, além de vencedores de America’s Cup e Regata Volta ao Mundo. Os campeões somaram quatro mil pontos no ranking da SSL.

Mais informações: finals.starsailors.com

Classificação da SSL Finals 2016

  1. Mendelblat/Fatih (USA)
  2. Rohart/Ponsot (FRA)
  3. Scheidt/Maguila (BRA)
  4. Negri/Lambertenghi (ITA)
  5. Polgar/Koy (ALE)
  6. Szabo (EUA)/Natucci (ITA)
  7. Kuznierewicz/Zycki (POL)
  8. Christensen/Milrie (DEN)
  9. Stipanovic/Sitic (CRO)
  10. Fantela/Arapovic (CRO)

 

Rachele Vitello – rachele.vitello@gmail.com

Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com

MTb: 23.297 / (11) 9 9275-7044

About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...

Deixe uma resposta

Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: