Palestra ABVC e Cusco Baldoso: A Travessia Azul – 06/06/2018 – Gratuíta

A Travessia Azul

Esta é mais do que uma palestra, é um bate-papo onde Juca Andrade e Alan Trimboli irão contar como foram os 38 dias vividos a bordo do veleiro Soneca, de 33 pés, na travessia entre Ubatuba e Cape Town, enquanto envolvem os participantes na discussão.

Contudo, em vez de apenas abordar o que já ouvimos em inúmeras outras palestras, nesta, os palestrantes, irão a fundo nos seus sentimentos e no que pode ser definido como o maior desafio em uma jornada como estas: o seu controle interior ao ter de passar tanto tempo confinado com outras duas pessoas, em um espaço exíguo, enfrentando seus medos, mantendo o barco integro e uma convivência harmoniosa!

Não perca! Esta palestra pode mudar sua maneira de encarar travessias!

sbnews-foto-20180522-06
Foto: Cusco Baldso – Escola de Vela Oceânica

Palestrantes:

Juca Andrade: Advogado, velejador de oceano há 20 anos, capitão amador e instrutor de vela da Cusco Baldoso Escola de Vela Oceânica, especialista em “ir só até ali e voltar”… “no pano mesmo”!

Alan Trimboli: médico, capitão amador, velejador, participou de diversas travessias oceânicas, instrutor da Cusco Baldoso Escola de Vela Oceânica.

 

Dia:

06/06/2018 às 19:45 hs

sbnews-foto-20180522-07
Momentos da “Travessia Azul” – Foto: Cusco Baldoso

Local:

Smart Center – Rua José Caballero, 15 – Gonzaga – Santos

 

Inscrições:

Celular/ WhatsApp: 11-96497-2819 ou pelo e-mail: secretaria@abvc.com.br com Malú

 

Favor trazer 1 Kg de alimento não perecível que será doado a uma instituição de caridade.

 

Comentários

Um comentário em “Palestra ABVC e Cusco Baldoso: A Travessia Azul – 06/06/2018 – Gratuíta”
  1. Max Gorissen disse:

    A Travessia Azul foi uma leitura rápida e prazerosa, onde, da segurança do meu sofá, pude viver mais do que uma aventura repleta de dificuldades, pude me encontrar com uma descrição aberta e genuina do que o Juca viveu em sua travessia com o Alan e o Spinelli no veleiro Soneca.

    Como homens do mar, sabemos que dificuldades e perrengues no mar são fáceis de descrever, pois foram registrados em todos os detalhes, em tempo real, nos nossos diarios de bordo… é quase que só copiar e colar.

    Contudo, conseguir expressar o que você sentiu naqueles momentos em palavras que possamos comprender e assimilar, preenchendo com seus sentimentos, as lacunas das nossas próprias experiências, foi algo especial, que só tenho a agradecer… como você Juca descobriu durante sua travessia, cada um tem a sua travessia e não adianta copiar a dos outros… por isso, espero que a sua, leve-o aonde for, seja maravilhosa!

    Agradeço também a gentileza e o carinho por ter incluído meu nome nos agradecimentos.

    Bons ventos sempre!

    Do seu amigo velejador,

    Max Gorissen

Deixe uma resposta