Brasileiro de HPE 25 sucede Copa Gil Souza Ramos no Rio de Janeiro

São esperados 30 barcos no Iate Clube do Rio de Janeiro a partir de quinta-feira (15), inclusive o campeão da Copa Gil Souza Ramos, Ginga, de Ilhabela

Rio de Janeiro (RJ) – Encerrada a Copa Gil Souza Ramos, com vitória do Ginga, de Ilhabela, neste domingo (11) na Baía de Guanabara, o Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) inicia a preparação do 14º Campeonato Brasileiro da Classe HPE 25. São esperados de quinta-feira (15) a domingo, entre 25 e 30 barcos, metade da flotilha nacional, incluindo-se os dez classificados para a Copa Gil Souza Ramos, encerrada neste domingo (11).

sbnews-foto-20181112-20
Phoenix, atual campeão, já no ICRJ (APJ Esportes)

A tripulação do Ginga, comandada por Breno Chvaicer, ganhou um HPE 25 novo, numeral 61, fabricado pela Riostar Yachts, maior prêmio da vela brasileira, mas ainda utilizará o barco atual, numeral 22, no Brasileiro. Campeão paulista, da Semana de Vela de Ilhabela e da Copa GSR em 2018, o Ginga será um dos desafios para o atual campeão brasileiro, Phoenix, do Yacht Club Paulista.

sbnews-foto-20181112-21
Ginga: campeão da Copa GSR (José Olímpio / ICRJ)

Os barcos integrantes das flotilhas paulistas, Ilhabela e Guarapiranga, permanecem no Rio de Janeiro, que terá uma flotilha reforçada por embarcações com experientes velejadores como o representante olímpico da Classe 470, Henrique Haddad Gigante, e o campeão mundial de Snipe e J24, Maurício Santa Cruz, além do barco da Marinha do Brasil.

“A Copa foi espetacular, super disputada e definida apenas na última regata. O prêmio inédito motivou demais a classe, desde que o Ranking Gil Souza Ramos foi criado em 2017. Foi a coroação de um trabalho de dois anos. O Brasileiro, com mais barcos, será ainda mais competitivo. O Ginga velejou muito bem, mereceu o título e mostrou que é novamente um dos favoritos”, reconheceu Pedro Lodovici, timoneiro do quarto colocado Dom e presidente da Associação Brasileira da Classe HPE 25.

Santa Cruz, o Santinha, será o tático do Relaxa e acredita que o regime peculiar de maré na Baía de Guanabara possa facilitar as tripulações cariocas na leitura da raia. “Os barcos do Rio devem ter um bom desempenho. Quem já conhece a raia compreende melhor as mudanças repentinas de direção do vento e da correnteza”. O programa do Campeonato Brasileiro prevê oito regatas com duas largadas por dia.

sbnews-foto-20181112-22
Disputa acirrada na HPE 25 (José Olímpio / ICRJ)

 

Classificação final da Copa GSR após cinco regatas:

1 – Ginga (Ilhabela) – Breno Chvaicer : 2+1+1+UDF(11)+1 = 16 pp

2 – Bond Girl (Guarapiranga) – Rique Wanderley : 1+2+3+UDF(11)+4 = 21pp

3 – Conquest ecom (Ilhabela) – Marco Hidalgo : 7+4+4+1+5 = 21 pp

4 – Dom (Ilhabela) – Pedro Lodovici : 3+3+5+UDF(11)+2 = 24 pp

5 – Grifo (Rio) – Maurício Batista : 4+8+2+UDF(11)+6 = 31 pp

6 – Carbon (Ilhabela) – Demian Pons : 9+6+10+2+7 = 34 pp

7 – Sururu (Guarapiranga) – André Migliorelli – 6+7+7+3+DNF(11) = 34 pp

8 – Vésper III (Rio) – João Mendes : 5+10+6+5+8 = 34 pp

9 – Ubuntu (Guarapiranga) – Marcello Sestini : 8+5+9+UDF(11)+3 = 36 pp

10 – Gaz (Rio) – Timothy Barr : 10+9+8+4+DNF(11) = 42 pp

sbnews-foto-20181112-23
Flotilha próxima ao Pão de Açúcar (José Olímpio / ICRJ)

 

Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com
MTb: 23.297 / (11) 9 9275-7044

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s