Maior regata de água doce da América do Sul, 2º Circuito Tecon bate recorde e define campeões em evento de Porto Alegre (RS) até Rio Grande (RS)

Evento contou com a participação de 53 barcos nas classes IRC, Cruzeiro e RGS com três regatas com cerca de 170 milhas náuticas. Evento contou pontos para o ranking da Copa Brasil da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano 

Foram definidos, no último final de semana, os campeões do Circuito Tecon, série de três regatas contabilizando a maior em água doce da América do Sul, realizada entre Porto Alegre e Rio Grande, no Rio Grande do Sul. A competição, com organização do Rio Grande Yacht Clube, contou com o recorde de 53 barcos, 272 tripulantes e contabilizou pontos para o ranking da Copa Brasil que contabilizará os melhores barcos do ano da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano.

sbnews-foto-20190410-02
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

A primeira perna da competição foi a mais longa com cerca de 120 milhas entre Porto Alegre e Pelotas com 38 barcos largando na noite de sexta-feira, dia 29 de março, completando o percurso em pouco mais de 16 horas passando pelo Rio Guaíba e a Lagos dos Patos. A segunda perna, com 35 milhas, foi entre Pelotas e Rio Grande e a última com distância similar, foi em mar aberto passando pela praia do Cassino. O evento foi distribuído com 24 barcos na categoria IRC e os demais nas categorias RGS e Cruzeiro.

sbnews-foto-20190410-04
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

Na IRC, a principal categoria de Veleiros de Oceano no estado, o título ficou com o barco San Chico 3 do comandante Francisco Freitas. Foram duas vitórias nas duas primeiras regatas e um sexto lugar na última. O segundo lugar ficou com o barco Spin em um modelo Delta 32 e o terceiro lugar o barco Cest La Vie. A IRC teve três subdivisões. Na A o San Chico 3 foi o melhor, na B o Spin e na C o barco Pirata que ficou em 14º no geral.

O evento contou com barcos e velejadores de velejadores de Porto Alegre, Tapes, Pelotas, São Lourenço do Sul e Rio Grande.

sbnews-foto-20190410-05
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

“Foi uma bela navegada e estamos muito felizes com a vitória. É recompensador trazer as conquistas ao Clube dos Jangadeiros e ver que nossos esforços para isso valeram a pena. Esperamos que esta vitória também inspire nossos jovens a participar de competições tão legais quanto esta”, afirma Francisco Freitas, comandante do barco San Chico 3.

sbnews-foto-20190410-03
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

“Estamos muito contentes com nosso resultado. O Circuito Tecon desafia a habilidade de todos a bordo, não é nada fácil velejar na Lagoa dos Patos, devido ao grande número de bancos de areia e redes de pesca. Com isso, parabenizo a tripulação pelo seu desempenho. Fiquei muito feliz em retornar a correr esse Circuito com meu barco após 20 anos, agora comandando o Spin. Foi um ótimo evento”, disse o comandante do Spin, Kadu , natural de Porto Alegre, que morou no exterior no fim da década de 90, vendeu o barco e há cinco anos comprou um novo o transformando em modelo Delta 32 de competição para voltar a disputar eventos.

sbnews-foto-20190410-06
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

Luiz Eduardo Sokolnik, o Alemão, comandante do veleiro Pirata e natural de Rio Grande, comemorou o resultado e o crescimento da modalidade na cidade: “A vela em Rio Grande passa por um momento maravilhoso, muitos barcos na raia, melhores equipamentos, tripulações se preparando melhor para as competições, acredito que 2019 será um ano muito bom para o estado do Rio Grande do Sul na vela e o Circuito Tecon bateu o recorde do estado do Circuito Heineken que na década de 90 que teve pouco mais de 30 barcos. Estamos esperando pelo próximo”.

“O RGYC através de sua Comodoria expressa a imensa satisfação e o mais profundo agradecimento aos participantes do Circuito Tecon de Vela Oceânica 2019. O esforço para realizar um evento em que valesse a pena foi amplamente recompensado. Foram dias de alegria, de opções, de tensão, de técnica, de exercício físico e mental e serão muitas e muitas histórias e estórias desde a decisão de vir, até o retorno de cada um ao seu Clube de origem. Um Circuito disputado sob variadas condições climáticas, em percursos com pontos extremamente perigosos que transcorreu no mais elevado clima de integração, camaradagem e espírito esportivo. Acreditamos que juntos podemos fazer eventos de vela cada vez mais representativos como o que vocês proporcionaram e garantir aos nossos Clubes a referência de vida e esporte para as gerações que nos seguem”, declarou Paulo Gonçalves, comodoro do Rio Grande Yacht Club.

sbnews-foto-20190410-08
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

Resultados Circuito Tecon 

Resultado Geral – IRC (Nome do Barco – Modelo do Barco)

  1. SAN CHICO 3 – SOTO 415
  2. SPIN – DELTA 32
  3. CEST LA VIE – FAST 330
  4. KAMIKAZE – SKIPPER 30
  5. MANDINGA – NEO 25
  6. STAND BY ME – ILC 25
  7. CRIOLLO – MULTIMAR 32
  8. PELAYO – SKIPPER 30
  9. CAULIMARAN – NEO 25
  10. OPTIMYSTIC MALBEC 28
  11. TIRANO – DELTA 32
  12. STERNA – MULTIMAR 32
  13. GAIVOTA -TON HOLLAND 34
  14. PIRATA – DELTA 21
  15. TRAVESSO – SKIPPER 30
  16. LIBERDADE – NEO 25
  17. EASY RIDER – ARUBA 28
  18. CAVALO LOKO – SKIPPER 30
  19. AQUARELA X – MASTRACCHIO 285
  20. VICTORIA – SKIPPER 21
  21. AIYRA – VB 360
  22. NAVILEGA – DELTA 32
  23. XILIKY – ATITUDE 29
  24. PELICAN – DELTA 32
sbnews-foto-20190410-07
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

RGS

  1. SURFER III
  2. TANICTS
  3. TUAREG 4

 

Cruzeiro

  1. MANÁ CDJ – JEANNEAU 439
  2. ANGELA II VDS – BENETEAU 50
  3. URUGUAIANA 3 CDJ – DELTA 41
  4. JUSTA CAUSA VSG – DELTA 41
  5. STROMBOLI CDJ – SKIPPER 30
  6. ALMADIA CDJ – DELTA 36
  7. CONGERE VDS – FRERS 77
  8. DESAFIO 32 ICG – DELTA 32
  9. TALASSA CDJ – DELTA 36
  10. ALSTER VDS 38
  11. CAPO ROSSO CDJ – LONGARELLA 37
  12. THOR CDJ – CAT 43
  13. BRUTUS RGYC – DELTA 36
  14. LONGITUDE CDJ – DELTA 36
  15. DON RAFA RGYC – DELTA 32
  16. CATAVENTO ICP – DELTA 32
  17. VIKYNG CDJ – MULLER 315
  18. MOZZANICA RGYC – DELTA 36
  19. MALACARA – RGYC
  20. TOLERANCIA ZERO VSG – SKIPPER 21
  21. ARGUS VDS 29
  22. MARAGATO VDS – FRERS 36
  23. DJALI III RGYC – CLASSICO 36
  24. FÊLELÊ RGYC – CAL 9.2
sbnews-foto-20190410-09
Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks / Foto: campeoestecongd

O 2º Circuito Tecon teve o patrocínio da Tecon Rio Grande / Wilson Sons Terminais, Nautos, Equinautic e B&G Eletronics, Unimed RS, Garden Grill Bowling Bar/ Cerveja Cósmica, Hiroshi Abe Pescados e teve os apoios da Marinha do Brasil, Polícia Federal NEPON Rio Grande, Praticagem da Barra do Rio Grande e Hotel Laguetto Viverone RG. O evento teve a chancela da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano além da CBVela.

 

Crédito: Fabiano Bennedetti e Guga Volks

Fotos: campeoestecongd (Equipe San Chico 3 com o troféu da IRC)

 

De: Gallas Press – Fabrizio Gallas – tenisnews@gmail.com

Para: Divulgação – Vela

09/04/2019

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s