Lendas da vela no primeiro Grand Slam da SSL pelo Campeonato Europeu de Star

Cerimônia de Abertura levou as 94 equipes em parada pelas ruas de Riva del Garda, na Itália; regatas começam nesta quarta-feira (15) e seguem até domingo

Riva del Garda (ITA) – Após seis edições da SSL Finals nas Bahamas, a inovadora Star Sailors League está entrando em uma nova fase evolutiva, com a realização do primeiro Campeonato Europeu denominado SSL Grand Slam Breeze. A partir desta quarta-feira (15), até domingo, 94 duplas de 22 países competirão no Lago de Garda, ao norte da Itália, com aval da ISCYRA – International Star Class Yacht Racing Association. Nesta terça-feira, os velejadores desfilaram pelas ruas da cidade de 17 mil habitantes, divididos por países. Erik Scheidt, filho de Robert, foi o porta-bandeira do Brasil. Uma tradicional fanfarra local de percursionistas puxou o desfile.   

sbnews-foto-20190514-05
Parada em Riva del Garda (APJ Esportes)

Tanto a Classe Star quanto a Star Sailors League têm sido reverenciadas por atraírem os melhores velejadores do mundo. Em Garda, porém, ao contrário da SSL Finals em Nassau, os amadores terão a oportunidade de competir entre algumas das maiores lendas do esporte como Robert Scheidt, Lars Grael, Bruno Prada, Paul Cayard e Augie Diz (EUA), Matheuz Kusnierewicz (POL), Diego Negri (ITA), Freddy Loof (SUE) e outros. O prêmio de 100 mil dólares será rateado proporcionalmente entre os dez primeiros.

A previsão é de dez regatas, duas por dia, entre quarta-feira e a manhã de domingo. No período da tarde do dia decisivo, os dez barcos mais bem classificados passam para as regatas eliminatórias com quartas de final, semifinal e final, a exemplo do que acontece na SSL Finals. A tripulação líder da fase de classificação passa direto para a regata final, enquanto a dupla vice-líder segue para a semifinal. Nas quartas e na semi, os três últimos barcos serão eliminados.

sbnews-foto-20190514-06
Scheidt e Maguila (Carlo Borlenghi / SSL)

Com suas imponentes falésias afunilando os ventos ao longo do lago, Garda é considerada a Meca dos velejadores de alto rendimento, principalmente na Europa. No entanto, a previsão para esta semana, com ventos mais fracos, promete uma batalha tática, exceto na quarta-feira e no domingo, quando deve prevalecer a entrada do tradicional vento sul no início da tarde.

Velejando no quintal de casa – Apesar de ter nascido em São Paulo e conquistado cinco medalhas olímpicos pelo Brasil, Robert Scheidt é considerado um dos favoritos porque corre “em casa”. Ele mora em Garda com família na maior parte do ano e vem desenvolvendo no lago a campanha olímpica na Classe Laser.  “É uma ótima raia para se velejar. O clima é bom e o lugar é muito bonito. Eu tenho treinado muito de Laser ultimamente, o que não deixa de ser um ponto positivo”, afirma Scheidt, que estará ao lado de Henry Boening, o Maguila. Nos dias que antecederam o Europeu, as temperaturas em Garda oscilaram entre 7 e 15 graus.   

sbnews-foto-20190514-07
Lars Grael e Samuca (Carlo Borlenghi / SSL)

Em relação aos demais proeiros do Brasil, Pedro Trouche formará dupla com Lars Greal e Bruno Prada permanecerá ao lado de Augie Diaz. Arthur Lopes vai correr com Paull Cayard, campeão da Regata Volta ao Mundo, enquanto Samuel Gonçalves, tradicional parceiro de Lars Grael, estará ao lado do holandês Haico de Boer. As largadas estão previstas às 13h local, 8h no fuso de Brasília, com transmissão ao vivo em HD e com gráficos em 3D, em starsailors.com , o site oficial da Star Sailors League.          

Brasileiros no Europeu de Star

Robert Scheidt e Henry Boening

Lars Grael e Pedro Trouche

Augie Diaz (EUA) e Bruno Prada

Paul Cayard (EUA) e Arthur Lopes

Haico de Boer (HOL) e Samuel Gonçalves 

 

Foto destaque: Scheidt e seu filho Erik (APJ / Esportes)

Rachele Vitello – rachele.vitello@starsailors.com
Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com
MTb: 23.297 / (11) 9 9275-7044

Deixe uma resposta