Veleiro Barba Negra #53 – Mar para fazer bom marinheiro!

A rapadura é doce, mas não é mole não!

Pois é, meus amigos, mesmo vivendo no mar, tem dias em que a gente se pergunta: o que eu vim fazer aqui mesmo? rs!

Na verdade o pensamento no Barba Negra estava mais para “Meu Deus! Como Angra deixa a gente mal acostumado!”. Confesso que pensei “acho que hoje eu vou ter que nadar!”. Mas o susto passou rápido.

Saímos das Palmas às 4h da manhã com um prazo apertado para chegar na boca da Baía da Guanabara antes de uma previsão às 15h de visibilidade reduzida – que aconteceria com a entrada de uma frente. Sim, fomos novatos! Acreditamos que chegando às 15h na baía estaria tudo bem.

Pois lição aprendida: previsão não é previsão e frente não tem hora marcada!

Saímos motorando e batendo consideravelmente com um NE na cara que nos impossibilitou de velejar. Depois de um amanhecer que podia preceder uma velejada poética tudo foi se acinzentando e as ondas começaram a crescer.

O vento começou a aumentar consideravelmente, perto dos 20 nós e nossas velas começaram uma a uma a serem rizadas. Primeiro a genoa, depois a mestra, que num jibe acabou ficando presa no estai. Pânico a bordo! Achamos que ela se rasgaria. Mas quando (com muito empenho) puxamos o segundo rizo ela se soltou!).

Só com a mestra no segundo rizo e nos ventos de 30 nós (quem disse foi o comandante do Kabulete) fazíamos 13 nós de velocidade. As ondas lavavam o convés pela popa e molharam nossos pés. O problema foi a aterragem, passamos a 20 milhas da costa e, na volta, acabamos por pegar as ondas de popa, que combinadas com o vento de través fizeram o Barba Negra adernar consideravelmente nas surfadas.

Na entrada da baía, a chuva chegou, nos molhando e gelando com o vento e fazendo a baía da Guanabara desaparecer por completo! Foi rápida, mas fria, muito fria!

Passando a entrada, mais chuva! Mas aí já estávamos a salvo das ondas, era só vento e mais algumas milhas até o Charitas…

E se você gosta dos nossos vídeos, apoie nossos canais:

Pagina no Facebook:

https://www.facebook.com/marischwarz

Instagram:

https://www.instagram.com/veleirobarbanegra

Abraços e Bons Ventos!

Mariana Schwarz e Sergio Fontana a bordo do veleiro Barba Negra.

Veiculado pela SailBrasil News com autorização dos autores Mariana Schwarz e Sergio Fontana. Copyright © Veleiro Barba Negra. Todos os direitos reservados. All rights reserved.

Anúncios

Deixe uma resposta