Classe C30 corre Semana de Vela e Campeonato Brasileiro em Ilhabela

Flotilha formada por barcos de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul abre as duas competições neste domingo (14/7) com a regata de percurso Ilha de Toque Toque

São Paulo – (SP) – A 46ª Semana de Vela de Ilhabela (SVI) terá importância redobrada para a C30, a mais competitiva das classes de barcos de oceano. Além da briga pelo título da principal competição da vela brasileira, a partir deste domingo (14/7) até sábado (20/7), a C30 decidirá o Campeonato Brasileiro, aberto em fevereiro, em Florianópolis.

O Caiçara, de Ilhabela, é o atual campeão nacional, após o título inédito conquistado em 2018, ano em que o barco dominou a Classe C30. Chegou ainda ao bicampeonato da Semana de Vela e se consagrou com a tríplice coroa ao final da temporada, comemorando o tetracampeonato no Circuito Ilhabela de Vela Oceânica – Copa Suzuki, disputado em quatro etapas anuais.

O Kaikias Maserati, também de Ilhabela, entra em vantagem no Campeonato Brasileiro, após vencer a primeira etapa disputada no Circuito Oceânico de Santa Catarina. “Estamos com uma equipe bem afinada, conforme exige a competitividade da classe. As tripulações da C30 estão em constante evolução e quem quiser andar na frente precisa treinar e se aprimorar”, constata o timoneiro do Kaikias, Beto de Jesus.

Flotilha de C30 em Ilhabela (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

Com uma tripulação natural de Ilhabela, Beto espera ventos fortes para que o conhecimento da raia prevaleça em favor do Kaikias. “Se os ventos estiverem constantes, nossa experiência em velejar no Canal de São Sebastião pode fazer alguma diferença. A classe está muito equilibrada. Nós vencemos em Florianópolis e cada etapa da Copa Suzuki teve um vencedor diferente (Caballo Loco e Katana). Vamos com tudo, queremos os dois títulos, mas sabemos que não será fácil, apesar da vantagem no Brasileiro”, analisa Beto de Jesus.  

O eCycle +Realizado aparece entre os barcos que mais têm evoluído na Classe C30. A tripulação paulistana está preparada para os desafios dos próximos dias. “Espero neste ano uma disputa ainda mais acirrada pelo que têm sido as regatas do Circuito Ilhabela. Além da motivação e da união de nossa equipe, estrearemos uma vela balão, o que aumentará a velocidade ao barco. Será briga na boia o tempo todo. Fundamental que se faça uma boa largada”, prevê Ricardo Apud, trimmer (responsável pelo ajuste das velas) do +Realizado.

Em 2018 o Caiçara foi campeão brasileiro com cinco vitórias em sete regatas e venceu a Semana de Vela com três primeiros lugares em nove provas. Neste ano, o Brasileiro seguirá até sexta-feira (19), véspera das regatas finais da SVI. A flotilha de C30 contará com Caiçara, Caballo Loco, eCycle +Realizado, Kaikias Maserati e Barracuda, todos do litoral norte paulista, além de Katana Portobello, de Florianópolis, e Loyalty, de Porto Alegre. O Yacht Club de Ilhabela deverá receber mais de 100 embarcações de várias classes oceânicas.    

1ª Etapa do Brasileiro de C30 – Florianópolis 

1– Kaikias Maserati (Eduardo Mangabeira): (3)+1+1+3+1+2 = 8 pontos perdidos

2 – Katana Potobello (Cesar Gomes Neto): 2+(DNF)+3+1+3+1 = 10 pp

3 – Zeus Sailing Team (Inácio Vandresen): 1+(4)+4+2+4+3 = 14 pp

4 – Loyalty (Alexandre Leal): 4+2+(DNF)+4+2+5 = 17 pp

5 – Caballo Loco (Mauro Dottori): (5)+3+2+5+5+4 = 19 pp     

Campeões Brasileiros da Classe C30     

2012 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – Grêmio de Vela Ilhabela (GVI)   

2013 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2014 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2015 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2016 – Zeus Team – 08 (Inácio Vandresen) – Iate Clube Santa Catarina (ICSC)

2017 – Katana Portobello – 07 (Cesar Gomes Neto) – ICSC  

2018 – Caiçara UV.Line – 09 (Pablo Lynn) – Pindá Iate Clube (Ilhabela) 

Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com
MTb: 23.297 / (11) 9 9275-7044
  

Anúncios

Deixe uma resposta