Barcos de Santos superam campeões brasileiros e levam títulos na 46ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Dois barcos da cidade de Santos (SP) conquistaram os títulos gerais nas categorias ORC e IRC da 46ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, realizada na cidade do litoral norte de São Paulo. A competição é uma das mais tradicionais do Brasil com pontuação importante para o ranking da Copa Brasil que define o melhor barco do ano da Associação Brasileiro de Veleiros de Oceano e os melhores de cada categoria.

Na categoria ORC o título ficou com o Krishna Pajero do comandante Eduardo Souza Ramos, do Iate Clube de Santos, que deixou para o segundo lugar o campeão Brasileiro ABVO em Búzios este ano, o barco gaúcho Crioula 29 do comandante Renato Plass.

Fotos: Pajero e Rudá no mar e velejadores com medalhas das conquistas / Crédito: Márcio Yamin / Sectur Ilhabela (barcos no mar) e Divulgação (premiações)

O Krishna venceu quatro das oito regatas, levando a melhor nas três últimas e encerrou com 11 pontos contra 14 do Crioula que venceu uma regata e ficou em segundo lugar em cinco.

Foi o 12º título de Eduardo Souza Ramos no evento: “Foi uma competição incrível! Estou muito feliz por tudo e espero continuar competindo por muitos anos aqui em Ilhabela”, comemorou Eduardo Souza Ramos.

Fotos: Pajero e Rudá no mar e velejadores com medalhas das conquistas / Crédito: Márcio Yamin / Sectur Ilhabela (barcos no mar) e Divulgação (premiações)

Em terceiro lugar ficou o Angela IV do Iate Clube do Rio de Janeiro que venceu duas regatas, mas não obteve tanta regularidade como os demais do pódio.

Na categoria ORC B o +Bravíssimo, do Iate Clube do Espírito Santo, de Vitória (ES), foi o vencedor deixando o Bravo ficando em segundo e o Bijupirá, da Escola Naval do Rio de Janeiro ficando em terceiro.

Na geral da categoria IRC o troféu ficou com o Rudá do Clube Internacional de Regatas, em Santos, que começou com um nono e um quinto lugar, mas acertou o barco para vencer duas regatas e finalizar apenas um ponto a frente do Danadão de Guilherme Rafare que também venceu duas. O Danadão é do Iate Clube do Rio de Janeiro e havia conquistado o título nacional em Búzios quando o Rudá ficou em quarto lugar.

O título irá consolidar o Rudá como líder na categoria no ranking da Copa Brasil, na última parcial no começo de julho o barco liderava a disputa.

“Foi uma das mais emocionantes dos últimos tempos, nossa categoria não só foi decidida na última regata, mas também na última perna, foram apenas 4 segundos de diferença, foi muito emocionante e estamos muito satisfeitos após começarmos muito mal a disputa por conta de ventos muito fracos que foram aumentando no decorrer da semana”, vibrou Mário Martinez, comandante do Rudá.

Fotos: Pajero e Rudá no mar e velejadores com medalhas das conquistas / Crédito: Márcio Yamin / Sectur Ilhabela (barcos no mar) e Divulgação (premiações)

O Inaê, de São Paulo, completou o pódio e a disputa acirrada com um ponto a menos que o Danadão e dois a menos que o Rudá.

Na IRC B o título ficou com o Asbar II seguido pelo LuckyAlforria, ambos de Ilhabela, e o Asbar IV em terceiro.

“A ABVO espera que no próximo ano a Semana Internacional de Vela de Ilhabela continue com muito sucesso, conseguindo manter o elevado nível técnico e que possa oferecer valores de inscrição mais convidativos aos velejadores filiados à ABVO, que são os verdadeiros protagonistas dessa grande festa,” disse Adalberto Casaes, comodoro da ABVO.

Fotos: Pajero e Rudá no mar e velejadores com medalhas das conquistas / Crédito: Márcio Yamin / Sectur Ilhabela (barcos no mar) e Divulgação (premiações) 

De: Gallas Press

Para: Divulgação – Vela21/07/2019

Anúncios

Deixe uma resposta