Marinha abre inscrições para Doutorado e Mestrado em Estudos Marítimos

PRESS RELEASE – 06/09/2019 – A Escola de Guerra Naval (EGN), no Rio de Janeiro, abriu processo seletivo para ingresso no Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM), em nível de Doutorado e Mestrado Profissional (“stricto sensu”). Estão habilitados para inscrição civis e militares que possuam graduação completa reconhecida pelo MEC. Com duração de até quatro anos (Doutorado) e dois anos (Mestrado), o curso tem início previsto para março de 2020 e as inscrições, abertas em 12 de agosto, se encerram no próximo dia 27 de setembro.

Os Estudos Marítimos conformam um campo acadêmico interdisciplinar, que abrange as relações políticas e sociais do homem com os espaços marítimos e as águas interiores. O Programa se estrutura em torno da área de concentração “Defesa, Governança e Segurança Marítimas”, contando com três Linhas de Pesquisa: Política e Estratégia Marítimas; Regulação do Uso do Mar, Processo Decisório e Métodos Prospectivos; e
Política e Gestão em Ciência, Tecnologia e Inovação no Ambiente Marítimo.

A Diretoria de Portos e Costas, como representante da Autoridade Marítima para assuntos relacionados à formação e qualificação do pessoal de Marinha Mercante e à elaboração de Normas Técnicas (NORMAM) para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição hídrica, incentiva a comuninade marítima a participar do referido curso. É importante ressaltar que o PPGEM não é um curso de carreira da Marinha do Brasil e está de portas abertas à comunidade marítima e acadêmica.

Informações sobre o edital, vagas, processo seletivo e corpo docente poderão ser visualizadas na página do PPGEM na Internet: www.ppgem.egn.mar.mil.br. Ou pelo telefone (21) 2546-9325/9326 e e-mail egn.ppgem@marinha.mil.br.

MARINHA DO BRASIL
DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

dpc.imprensa@marinha.mil.br

Maiores informações: https://www.marinha.mil.br/

Marinha do Brasil, protegendo nossas riquezas, cuidando da nossa gente

Deixe uma resposta