Mundial Júnior de Snipe 2019 é decidido na última regata com vitória brasileira

Cariocas Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta (ICRJ) superaram os irmãoes portugueses Pires de Lima e ficaram com o ouro

O Mundial Júnior de Snipe 2019 foi decidido na última das nove regatas em Ilhabela (SP). Os cariocas Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta ficaram com a medalha de ouro superando em pontos os portugueses Mafalda Pires de Lima e Tomas Pires de Lima, que terminaram com a prata. A terceira colocação do evento foi para os baianos Rafael Rizzato e Gerald Wicks, vencedores da última prova do calendário neste sábado (5).

Atletas festejados (Flávio Perez | On Board Sports)

Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta entraram com vantagem nas três regatas realizadas em Ilhabela para fechar o campeonato.

A dupla ampliou a liderança vencendo a primeira prova, mas um 13º colocou os irmãos portugueses Mafalda Pires de Lima e Tomas Pires de Lima no páreo. Tudo foi pra última regata com a entrada do segundo descarte! Os portugueses tiraram um terceiro, mas o quinto dos cariocas foi suficiente para assegurar aos garotos do Iate Clube do Rio de Janeiro a posse do Troféu Vieri Lasinio Di Castelvero. 

Regata final (Juan Gimenez | Street Films)

”Trabalhamos muito no Rio de Janeiro (RJ) para esse resultado”, disse Gustavo Abdulklesh.”Merecemos essa conquista com cinco vitórias em nove regatas. Ganhamos de adversários muito difíceis e trouxemos a vitória para o Brasil”. 

O proeiro Leonardo Motta lembrou que a dupla sofreu uma punição no início da última regata, o que quase atrapalhou os planos para o título. ”É o topo do mundo. Acreditamos até o final, mesmo com a punição. A pressão estava com os outros e a gente sabia que estava no jogo”.

Os atletas do Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) são treinados por Átila Pellin na também conhecida Flotilha Zé Carioca. ”No final realmente a regata foi mais confusa, mas deu certo. O Gustavo e o Leo velejaram muito, mesmo tendo alguns problemas no fim. Mas eles mereceram o resultado em Ilhabela”, explicou Átila Pellin.

Snipe (Matias Capizzano)

Vídeo da comemoração 

O resultado de Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta mantém a tradição brasileira na versão juvenil do Mundial de Snipe. Foi a nona conquista nacional na competição.

Os primeiros campeões foram Torben Grael e Eduardo Mascarenhas, em Mission Bay, nos Estados Unidos, em 1978. A última edição também teve o Brasil no lugar mais alto do pódio com os gaúchos Tiago Brito e Antonio Rosa, em La Coruña 2017.

Campeões (Matias Capizzano)

A competição para atletas com até 22 anos teve ao todo 15 duplas de cinco países e precedeu o Mundial Sênior, que começa na semana que vem, também na Escola de Vela Lars Grael. 

A premiação dos vencedores será realizada neste sábado, a partir de 19h, no Píer da Vila em paralelo com a abertura do Mundial Sênior. 

Pontuação final do 2019 Snipe Junior World Championship

1 – Gustavo Abdulklesh | Leonardo Motta (BRA) – 12 pontos

2 – Mafalda Pires de Lima | Tomas Pires de Lima (POR) – 16 pontos

3 – Rafael Rizzato | Gabriel Wicks (BRA) – 19 pontos

4 – Matheus Oliveira | Rafael da Silva (BRA) – 19 pontos

5 – Nicolas Bernal / Gabriel Michaelis (BRA) – 34 pontos

Montagem de boia (Juan Gimenez | Street Films)

Resultados completos aqui

Participam do Mundial Júnior de Snipe 15 barcos de Argentina, Brasil, Japão, Portugal e Uruguai. As equipes permanecem para o Sênior. 

O evento principal do Mundial de Snipe 2019 terá mais de 80 duplas de 12 países e sua cerimônia de abertura oficial será no sábado (5).

Baixe o Aviso de Regata do Mundial de Snipe 2019

—–

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez
flavio@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
+55 11 99949-8035
www.onboardsports.net

Anúncios

Deixe uma resposta