Anúncios

Classe 470

O veleiro 470 é um veleiro Dinghy monocasco com bolina, para duas pessoas com trapézio (proeiro), com design de 1963 por André Cornu (França) e que, em 1976, tornou-se uma classe olímpica.

O nome do veleiro vem do seu comprimento em centímetros (4.70 metros), um veleiro concebido desde o início para ser fabricado em fibra de vidro com tanques estanques.

No Brasil, o veleiro monotipo da Classe 470 foi fabricado nos anos 1980 pelo estaleiro Mariner Construções Náuticas Ltda.

Hoje, o veleiro é velejado em mais de 60 países e, em 1988, foram estabelecidos eventos separados para mulheres e homens.

Características técnicas

Estaleiro: Mariner Construções Náuticas Ltda. – Porto Alegre – RS

Comprimento (m): 4,70

Linha d’água (m): 4,44

Boca (m): 1,68

Mastro (m): 6.76

Área velica (m²): 12,70

Área mestra (m²): 9,12

Área buja (m²): 3,78

Área balão (m²): 13,00

Calado (m): 0,97

Deslocamento (Kg): 122

Projetista: André Cornu (França)

Material do casco: Fibra de vidro

Site da Classe: http://www.470.org/

Primeiro veleiro 470 velejando em 1963. – Foto: André Cornu

Como navega

Casco e deck

Mastreação

Estaleiro Mariner Construções Náuticas Ltda

A Mariner Construções Náuticas Ltda., localizada na época à Rua João Moreira Maciel, 1010 – Bairro Dona Teodora – Dona Teodora – CEP 90250 – Porto Alegre – RS – Caixa Postal 10431. Tel. 51-343-0059 foi um dos maiores estaleiros do Brasil, seguindo seu slogan: MARINER: A Tecnologia da Emoção e Aventura.

Lado 1 do Folheto de propaganda dos veleiros produzidos pelo Estaleiro Mariner Construções Náuticas Ltda. mostrando o “Classe Olímpica 470”.

Veleiros 470 fabricados pela Mariner conhecidos (se faltar algum nos avise!)

SailBrasil: O bom e velho veleiro

Desde o seu lançamento, a SailBrasil desenvolve um conteúdo focado no que interessa aos 99% dos velejadores e proprietários de veleiros… sim, você, que aproveita sempre que pode para velejar no seu veleiro, que tenta realizar a maior parte das manutenções, que está sempre em busca de como melhorar a sua velejada ou o seu veleiro e que busca inspiração em outros velejadores.

Sim, você, que como eu, possui e mantém um veleiro de cruzeiro ou de regata um pouco mais “antigo” … o “Bom e velho veleiro”.

ORM-Max

Como você sabe, hoje, a grande maioria dos veleiros que estão em uso no Brasil não são novos, assim como também, a grande maioria dos velejadores hoje no Brasil não está pensando em comprar um veleiro novo… a grande maioria, hoje, se for comprar um veleiro, este será um veleiro usado… o “Bom e velho veleiro”.

Como sei que é muito difícil no Brasil encontrar informações sobre os diversos “antigos” veleiros produzidos em algum momento pela indústria nacional, decidi criar uma nova categoria na SailBrasil na qual vamos nos concentrar em pesquisar, identificar, compilar e disponibilizar as informações de “todos” (os que pudermos identificar) os veleiros já produzidos em série no Brasil.

Sim, são muitos modelos e, como tudo no Brasil, não existe registro disponível ou de fácil acesso… então… vamos ter de ir devagar… curtindo a viagem… conversando, pedindo informações e trocando ideias com a comunidade da vela… como um velejador que, pacientemente, aproveita os ventos para chegar ao seu destino.

Com esta ação, a SailBrasil segue seu objetivo de disponibilizar informações para que você possa:

  • Estar atualizado com o que acontece no mundo da vela;
  • Conseguir as informações de que precisa para construir, reformar, manter ou melhorar seu veleiro/velejada;
  • Prover um lugar onde velejadores de recreação possam encontrar informação e dicas para cruzeirar ou competir no Brasil.

Veja os veleiros que já estão disponíveis no menu principal na categoria “Modelos de veleiros fabricados no Brasil” e, se algo faltar ou encontrar algo errado, entre em contato no e-mail redacao @sailbrasil.com.br e nos informe para que possamos realizar a correção.

Bons ventos!

Max Gorissen

Veleiro Gaia 1 – F&C 40 – 1987… o “Bom e velho veleiro” … 😊

Velejador, escritor, editor da SailBrasil.com.br … nessa ordem

Anúncios
About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...

Deixe uma resposta

Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: