Anúncios

Patescas vintage – manutenção

Hoje em dia, muitas empresas de componentes para a náutica são mais empresas de marketing do que indústrias e tentarão convencê-lo de todas as maneiras possíveis de que você precisa, a cada ano, substituir os componentes do seu veleiro… não caia nessa conversa.

Também não caia na conversa do dono de outro veleiro que “já caiu na conversa” do marqueteiro e trocou os moitões (ou outro componente) pelos novíssimos “XYZ-Ultra-Super-Duper”… avalie você mesmo, através de inspeção visual e da manutenção dos seus componentes, se é realmente necessário troca-los.

Lembre-se: “ter é manter“, então, se quiser que seus componentes durem, faça uma programação anual de manutenção e seus componentes durarão “para sempre“.

Veja matéria: Moitões “Vintage”… troco por novos?

Minhas Patescas Vintage

A seguir, descrevo a limpeza e manutenção de uma patesca que encontrei no fundo do paiol do ferro/ancora (embaixo do cabo e da corrente).

São duas Patescas dos anos 80, fabricadas na Argentina, pela CSABA HNOS.

De início, pensei, pelo estado em que se encontrava e, principalmente por causa da roldana que não se movia, de que tinha nas mãos duas patescas que serviriam apenas para decorar uma prateleira ou para doar para um museu… erro meu!

Desmontei e identifiquei que o problema da patesca, além da estética, era excesso de “graxa e sujeira” nas esferas… quem “engraxou”, não sabe nada de manutenção de moitões e patescas… de qualquer maneira, como você poderá perceber pelas fotos abaixo, após tudo limpo, ficaram perfeitas.

Patesca CSABA HNOS 01
Patescas dos anos 80 fabricadas na Argentina pela CSABA HNOS. Design simples e funcional. Estavam no fundo do paiol da ancora todas sujas e emperradas.
Patesca CSABA HNOS 02
Várias partes limpas… falta a roldana que ainda está cheia de graxa e sujeira.
Patesca CSABA HNOS 03
Fica claro nesta foto o motivo da roldana não girar… o acúmulo de graxa e de sujeira emperrou e impediu as esferas de girarem… são esferas do tipo agulha.
Patesca CSABA HNOS 04
Uma patesca desmontada e limpa mostrando todos os seus componentes e a outra, a esquerda, montada. Veja no topo da foto ao centro as esferas tipo agulha enfileiradas…
Patesca CSABA HNOS 05
As duas patescas depois de limpas… ainda tem pontos de ferrugem e falta de cromo em alguns lugares, contudo, no geral, sua aparência é agradável se pensarmos que é um produto que tem mais de 30 anos… e funciona perfeitamente!

Importante relembrar de que, no caso do meu veleiro, os moitões e as patescas não são rebitados e sim possuem parafusos e porcas que permitem o seu desmonte, limpeza, manutenção e montagem.

Possuímos muitos componentes e peças em nossos veleiros… faça uma limpeza e manutenção regular e durarão para sempre!

Muitos dos moitões e patescas modernos não permitem que sejam desmontados já que foram feitos para um “modelo de consumo moderno”, ou seja, feitos para serem usados e trocados regularmente por novos, mais modernos, mas que fazem exatamente o mesmo que os anteriores!

Espero que tenha aproveitado e que este artigo o ajude a tomar coragem para realizar a manutenção que está enrolando para fazer… seus componentes e seu bolso agradecem!

Bons ventos!

Max Gorissen

Velejador, escritor e Editor da SailBrasil.com.br… nessa ordem! 😊

Anúncios
About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...

Deixe uma resposta

Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: