Anúncios

Estaleiro desativado: Aquarius Indústria e Comércio – Brasília Náutica

Foto: Autor desconhecido

Nascida da união de alguns diretores oriundos da empresa fabricante de carrocerias de ônibus CIFERAL, sediada no Rio de Janeiro, nasce no ano de 1975, a Aquarius Ind e Com.

A ideia inicial seria a fabricação de frentes de ônibus e trailers em fibra de vidro, contudo, em um encontro do Engenheiro de voo da Varig, Gilberto Seager e um dos donos da Aquarius, Rubens Coelho, ambos moradores da Ilha do Governador e sócios do ICJG, resolveram produzir um veleiro que chamariam de Brasília 25.


Foto: Autor desconhecido

Este se transformou em um sucesso imediato de venda.

Contudo, ele possuía um ponto fraco, seu acabamento e, logo se percebeu a necessidade de trabalhar na melhoria deste item, além, de também produzir um tamanho de veleiro maior já que, o pé direito, era baixo.

Assim, foi feita uma modificação no próprio molde do Brasília 25 para criar o veleiro que viria a ser conhecido como Brasília 27 no qual, além do aumento no comprimento, aumentou-se também o pé direito e a borda livre em relação ao 25.

Praticamente, ao mesmo tempo, foi concebido o projeto do Brasília 32, considerado até hoje, o carro chefe do estaleiro e produzido de 1977 a 1989.

O estaleiro fabricou também o Brasília 27-S, o Brasília 23 e o Brasília 37, além dos Spring.

No caso do Brasília 37, foi feito primeiro o plug para então construir a “fôrma”, que nunca foi terminada.

O barco originado deste plug tinha o nome de Talon (depois foi vendido e passou a se chamar Samurai…).

Em meados de 1983, comprada pelos sócios da Multiglás (fabricantes dos veleiros Atol 23 e 29, Caribe 16, Tahiti 16 e Peterson 33), muda a razão social para “Brasília Náutica” e produz uma nova fôrma para o Brasília 32 que, com um novo Layout interno, se mantém como um campeão de vendas.


Modelos fabricados:

  • Brasilia 23 – Projeto: Gilberto Saeger
  • Brasília 25 – Projeto: Gilberto Saeger
  • Brasília 27 – Projeto: Gilberto Saeger
  • Brasília 32 – Projeto: Gilberto Saeger
  • Spring 25 – Projeto: Toni Castro
  • Spring 36 – Projeto: Toni Castro


Esta é uma história em desenvolvimento… caso possua informações, contribua!

Veleiro Brasília 32

O Brasília 32 foi o primeiro veleiro genuinamente de “oceano” brasileiro, além de, um dos primeiros construídos em fibra de vidro feitos em série (o outro foi o Atoll 23 da Multiglass). Antes deles, só existiam veleiros de oceano de madeira.

Produzido de 1976 a 1983 com projeto de Gilberto Seager.

Foram produzidos mais de 500 unidades deste modelo.



Fotos do Estaleiro durante construção de vários modelos de veleiros Brasília

Autor desconhecido: se uma destas fotos for sua, favor enviar seu nome para darmos o devido crédito. Caso queira que retiremos a fotografia favor avisar. E-mail: redacao @sailbrasil.com.br


Contribuiu para esta matéria: Carlos Eduardo Souza Pinto em 04/03/2009.


Max Gorissen

Velejador, escritor e editor da SailBrasil.com.br… nessa ordem!

Anúncios
About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...

1 Comment

  1. Lembrando que os Springs 25 e 36 deram origem aos Fasts 260 e 365 respectivamente.

Deixe uma resposta

Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: