Anúncios

Veleiro Tocorimé Pamatojari

Em 2017 o encontrei “abandonado” há algum tempo, apesar de ainda estar “sendo cuidado” em uma poita em Paraty – RJ. Repare que o mastro, entre muitas outras coisas, está torto e precisa de reparos. Foto: Max Gorissen

Especificações:

  • Ano de Fabricação: 2000
  • Outros nomes: –
  • Estaleiro: Artesanal – Santarém no Pará
  • Material construtivo: Construído em madeira usando tábuas de Itaúba sólida (madeira encontrada na Amazônia).
  • Armação: Escuna
  • Propulsão: 
  • Tripulantes/ Passageiros: 
  • Numeral: –
  • Comprimento: 120 pés (36,576 m)
  • Design No.: 
  • Linha d’água (m): 
  • Boca (m): 
  • Calado (m): 
  • Área velica (m²): 
  • Deslocamento (Kg): 160.000
  • Projetista: Projetado por René Gerardus, Kit e Markus Smit baseado em um navio do século XVIII.
  • Observações: resultado do sonho de quatro garotos que foram até a Amazônia construir um navio do século XVIII como base de uma plataforma marítima de Educação e Cultura.

Esta é uma história em desenvolvimento… caso possua informações, contribua!

Foto: Autor desconhecido

Maior veleiro de madeira brasileiro, é o resultado do sonho de quatro garotos que foram até a Amazônia construir um navio do sec XVIII.

Tocorimé Pamatojari significa “Espírito Aventureiro” no dialeto da tribo Kulina, o que exprime bem a filosofia do barco e tripulação.

A construção manual do Torimé aconteceu numa praia do rio Tapajós, em Santarém no Pará e levou seis anos para ficar pronto, sendo concluído em março do ano 2000.

Os idealizadores do projeto e construção do veleiro – Foto: Autor desconhecido

Os idealizadores do projeto, 3 holandeses e 1 canadense, treinaram artesões locais e levaram 6 anos para construir o veleiro.

A embarcação é considerada histórica por seguir as tradições de construção dos barcos europeus de grande porte do século XIX.


Em 2017 o encontrei em uma poita em Paraty – RJ. Repare que o mastro está torto e precisa de reparos. Foto: Max Gorissen

Fundação Tocorimé

Tocorimé Pamatojari, o maior navio veleiro de madeira do Brasil que funciona como uma plataforma marítima de Educação e Cultura

Difundir conhecimento de forma gratuíta para estudantes, crianças e jovens de programas sociais e público interessado. Promover projetos e ações com foco na sustentabilidade e preservação ambiental.

Páginas do Tocorimé Pamatojari nas mídias sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/tocorime/

Website – http://www.tocorime.org

You Tube – http://www.youtube.com/tocorime

Twitter – http://twitter.com/tocorime


Fotos:

Autor desconhecido: se uma destas fotos for sua, favor enviar seu nome para darmos o devido crédito. Caso queira que retiremos a fotografia favor avisar. E-mail: redacao @sailbrasil.com.br


Cadastro Nacional de Veleiros

Cadastro Nacional de Veleiros Brasileiros (LOA até 100 pés).

Não importa se esses veleiros são de propriedade de indivíduos, organizações, fundos fiduciários ou museus. Também não importa se são novos, usados, estão em péssimas condições, se já foram destruídos ou afundaram.

Não importa se foram produzidos no Brasil ou no exterior, desde que tenham algum tipo de relação com o Brasil… Todos são importantes.

Quer ajudar ou possui informações? Clique aqui para saber como.

.

.

Anúncios
About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...

Deixe uma resposta

Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: