Classe C30 retorna às regatas neste feriado no Ubatuba Sailing Festival

Largada da C30 em Jurerê (SC) (Fábio Aranda / ICSC)

Fora das competições desde março, devido à quarentena, velejadores comemoram retorno às rais em Ubatuba nos dias 05, 06 e 07 de setembro

São Paulo (SP) – A sede de água salgada, acumulada desde meados de março, será saciada pelas tripulações oceânicas neste feriado prolongado da Independência. O tradicional Ubatuba Sailing Festival deverá receber cerca de 35 embarcações com destaque para Caballo Loco e Kaikias Via Itália, líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro da veloz Classe C30.   

Kaikias Via Itália x Caballo Loco (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

A disputa entre os dois barcos do litoral norte tem sido acirrada nas últimas temporadas. O Caballo Loco é o atual campeão da Semana de Vela de Ilhabela (2019). A competição deste ano foi cancelada devido à quarentena. Kaikias Via Itália conquistou o inédito título brasileiro e a Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica, ambos em 2019.

O Ubatuba Sailing Festival, como sempre, está muito bem organizado. É tradição do Ubatuba Iate Clube (UIC) receber cordialmente os velejadores. É um clube bem estruturado, despretensioso e nos dá grande prazer em velejar. Neste ano, Caballo Loco (01) e Kaikias Via Itália (03) prometem um duelo sensacional. As duas tripulações conhecem muito bem a raia de Ubatuba”, relata o comandante do Caballo Loco, Mauro Dottori.  

Caballo Loco (Fábio Aranda / ICSC)

Encaro essa disputa como especial. Será um match race de luxo entre dois fortes adversários da Classe C30. A temporada está praticamente começando e poderemos fazer os ajustes de barco e tripulação para as próximas regatas. A previsão é de ventos fracos e rondados, o que deve aumentar o desafio e exigir mais técnica dos tripulantes. O importante é que estamos voltando a velejar e estaremos juntos novamente”, enaltece Dottori.  

O rival do Caballo Loco das regatas de Ubatuba, traz um pensamento semelhante ao de Dottori. “Nossa finalidade é de afinar a tripulação para os outros campeonatos que se aproximam. Correremos também contra outros barcos na Classe IRC. No fim de setembro já teremos a terceira etapa da Copa Suzuki e, um pouco depois, a final do Brasileiro. Estou percebendo muitos velejadores animados por voltarem a competir e rever os amigos. O que vale, é a vida retornar, aos poucos, ao normal“, afirma o timoneiro do Kaikias Via Itália, Beto de Jesus.  

Kaikias Via Itália (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

O UIC cumprirá todos os protocolos de segurança em relação ao coronavírus. Além da C30,  que medirá junto com a IRC, correrão as classes: RGS, Multicascos e Bico de Proa. A segunda e decisiva etapa do Campeonato Brasileiro de C30, aberto em fevereiro, em Florianópolis, será disputada simultaneamente à quarta e última etapa da Copa Suzuki, de 26 a 29 de novembro com sede no Yacht Club Ilhabela (YCI).       

Classe C30 no Circuito Santa Catarina (6 regatas e 1 descarte)

(1ª Etapa do Campeonato Brasileiro) 

1 – Caballo Loco (Mauro Dottori): 2+2+1+2+1+(8) = 8 pontos perdidos

2 – Kaikias Maserati (Eduardo Mangabeira): 1+(8)+3+1+2+4 = 11 pp

3 – Loyalty (Alexandre Leal): 3+1+(5)+3+4+3 = 14 pp

4 – Zeus Team (Inácio Vandresen): 4+(8)+2+6+3+1 = 18 pp

5 – Le Terrible (Frederico Didone): (7)+3+7+4+6+2 = 22 pp 

6 – Corta Vento (Carlos Augusto de Matos): 6+(8)+6+5+5+5 = 27 pp

7 – Katana Portobello (Cesar Gomes Neto): 5+(8)+4+8+8+8 = 33 pp

Flotilha de C30 no popa (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

Classificação da C30 na Copa Suzuki (5 regatas e 1 descarte)    

1 – Kaikias Via Itália – Eduardo Mangabeira: 1+1+1+(2)+ 1 = 4 pp

2 – Loyalty – Alexandre Leal: 3+2+2+1+(4) = 8 pp

3 – Cabalo Loco – Mauro Dottori: 2+(3)+3+3+2 = 10 pp

4 – Caiçara – Pablo Lynn: (4)+4+4+4+3 = 15 pp   

Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com
MTb: 23.297 / (11) 9 9275-7044
  

This post is also available in: Inglês

About Max Gorissen
Sailor, writer and editor, in that order...

Deixe uma resposta

Aumentar fonte
Contraste
UA-141530851-1
%d blogueiros gostam disto: