Diário 22 – 04/07/22 – Expedição Rota Polar

Explorando o Ártico pela lendária Passagem do Noroeste (NWP)

Beto Pandiani e Igor Bely embarcam em uma jornada de 100 dias velejando por uma rota marítima lendária: a Passagem do Noroeste.

Localizada no extremo norte das Américas, acima do Círculo Polar, a Passagem é uma área de estreitos que esteve, por séculos, congelada.

Esse cenário, porém, tem mudado nos últimos 25 anos, com o degelo da região e a abertura de caminhos antes intransponíveis.

Partindo do Alasca rumo ao mar da Groenlândia, Beto e Igor querem entender em que medida essa transformação tem sido causada pelo homem e em que medida é ação da natureza.

Filmada pela Tocha Filmes e acompanhada por um time de especialistas da USP, a viagem dará origem a um documentário sobre as mudanças climáticas no Ártico e seu eventual efeito no resto do planeta.

É a expedição Rota Polar

Site: www.rotapolar.com.br


Diário 22 – 04/07/22

Uma noite de verão.

Acordamos por volta das 7 horas da manhã e logo percebemos que o vento rondou, e trouxe uma névoa. Já não vemos nem o gelo nem os dois Pingos de Tuktoyaktuk.

Sabe o que é Pingo?

Os Pingos são montes cônicos isolados, cujo núcleo é de gelo. A palavra vem do dialeto inuvialuk das línguas inuíte e significa pequeno morro.

Os pingos são formados quando os lagos secam nas regiões de permafrost. Ao se congelar, a água existente sobre o solo do lago aumenta, empurrando para cima um monte de terra.

O maior pingo do mundo, se localiza no Canadá, perto de Tuktoyaktuk, na costa oeste do Ártico Canadense, medindo cerca de 50 m de altura e 300 m de circunferência.

Como aqui a terra é baixa, de longe pode se avistar os Pingos.

Voltamos com vento contra e calor. Sabendo que íamos passar mais um dia difícil optamos por voltar pois está mudando o tempo. Ufa, um refresco de um dia. Depois volta o valor.

Ancoramos colados ao píer e logo sai para a missão, comprar um mosquiteiro. Não achei, mas comprei um traje antimosquito e construí duas telas para colocar na entrada da mini cabine. Não cabemos os dois juntos de lado em dias quentes, pois quem fica longe da porta passa calor. O jeito é dormir com os pés para fora.

Agora aqui são 22:20, faz calor para chuchu e não para de passar lanchas aqui do lado provocando ondulações que faz o Igloo pular. Pesadelos de uma noite de verão! O vento Norte está para entrar trazendo um friozinho tão desejado.

Aproveitamos estes dias para tomar banho de balde. A água está bem fria, mas gostosa. Lembrando que aqui dentro da baía a água é doce pois vem do Rio Mackenzie.

Tivemos notícias agora a pouco do gelo e de fato todos falam a mesma coisa. É um ano atípico. Acharam que seria um ano com pouco gelo pois demorou para congelar, mas agora está demorando para degelar.

Aqui os Inuits dizem que não é possível fazer previsões de gelo, pois ele pode vir de várias direções.

Boa noite, bom dia para vocês.

Beto Pandiani

Autor da foto em destaque: Expedição Rota Polar – Beto Pandiani e Igor Bely


Acompanhe a expedição, participe, contribua ou saiba mais em:

Acompanhe a expedição em tempo real

Visite nossa loja

Torne-se membro do Clube Rota Polar e ganhe recompensas exclusivas

Facebook – Beto Pandiani

Instagram – Beto Pandiani

LinkedIn – Beto Pandiani

Site Rota Polar

Veiculado pela SailBrasil News com autorização dos autores. Copyright © Rota Polar – Beto Pandiani. Todos os direitos reservados.

A SailBrasil é sobre muito mais do que vela e veleiros; é sobre o estilo de vida da vela e a relação que existe entre os seres humanos e o mar, descrita através de histórias curtas, mas muito bem contadas, informações atualizadas, de um lindo design e de uma fotografia impressionante.

error: Conteúdo protegido! - Content protected!
%d blogueiros gostam disto: