Argentinos perseguem moderno Crioula 52 na luta pelo título da principal classe na 49ª Semana Internacional de Vela de ilhabela

C-30 tem forte disputa com barco de Scheidt na briga com o veleiro gaúcho Loyalty 06. HPE-25 tem Espetáculo na liderança e veleiro de pentacampeão mundial em segundo

O barco argentino America del Sur, do Yacht Club Argentino, segue mantendo constância no desempenho e ficou na vice-liderança geral após três dias de disputas na classe ORC, a principal de Vela de Oceano, na 49ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela. O evento é uma realização do Yacht Club de Ilhabela e da Prefeitura Municipal de Ilhabela.

O veleiro comandado por Pablo Maffei ficou em quarto e está em segundo lugar com 15 pontos perdidos, buscando desafiar o moderno TP-52 da equipe do Crioula que finalizou a regata desta quarta-feira na segunda colocação e lidera no geral com cinco pontos. 

Está muito bom pra gente. Nas duas regatas de terça-feira tivemos um probleminha de manobra na primeira, mas na segunda fomos bem melhor e terminamos em terceiro lugar. Estamos muito contentes com o desempenho. Em relação ao Crioula 52 vai ser difícil porque é um barco muito especial, muito veloz, muito bem velejado. Vamos ver, mas vai ficar difícil. O campeonato está bom, embora as condições do vento hoje estivessem fracas. Os prognósticos para os próximos dias é que fiquem mais fortes e isso é bom para nós. Então estamos otimistas.

Three Musketeers, o 59 (Crédito: Acervo SIVI / Edu Grigaits / Balaio de Ideias)

O terceiro dia de regatas da 49ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela começou com falta de vento. Após uma hora e meia de espera no Canal de Sebastião, os barcos de deslocaram para o Norte de Ilhabela e iniciaram as disputas. Na ORC, o Phoenix, um Botim 44 comandado por Eduardo Souza Ramos, foi o vencedor e está em quarto no geral. O veleiro King é o terceiro no geral e outro argentino, o Mistério, é o quinto. 

Na classe C-30 foram realizadas duas regatas e o Loyalty 06 manteve a ponta com uma vitória e um terceiro lugar somando oito pontos, um a frente do Caballo Loco, de Mauro Dottori e com Robert Scheidt, que obteve desempenho semelhante no dia. O Kaikias fez dois segundo lugares e é o terceiro no geral logo atrás com dez pontos.

Disputa na classe ORC (Crédito: Acervo SIVI / Edu Grigaits / Balaio de Ideias)

O equilíbrio marcou as duas primeiras regatas da Classe HPE 25. Com um primeiro lugar e um quarto, o barco Espetáculo lidera com cinco pontos, seguido do Three Musketeers, com seis (dois terceiros lugares). Segundo o comandante do Espetáculo, Luis Fernando Staub, as 11 embarcações estão nas mesmas condições e a disputa vai ser em altíssimo nível.

Depois de vencermos a primeira regata, chegamos em quarto na segunda apenas dois segundos do segundo colocado. Foi uma chegada, bem disputada. Felizmente a nossa estratégia funcionou no primeiro dia e terminamos na liderança. Com tamanho equilíbrio entre os barcos fica difícil fazer uma previsão sobre quem será o campeão“, avalia Luis Fernando, que tem na tripulação timoneiro Martin Lowy, o tático Nicolas Garcia e o proeiro Otávio Cardoso “Peixinho”. O Espetáculo foi adquirido por Luis Fernando em julho de 2017 e participa pela quarta vez da Semana de Ilhabela.

Espetáculo, o 54 (Crédito: Acervo SIVI / Edu Grigaits / Balaio de Ideias)

Segundo colocado na HPE 25, o Three Musketeers conta em sua tripulação com a experiência do pentacampeão mundial nas classes Snipe e J24 e duas vezes medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, Maurício Santa Cruz o “Santinha”:  “As regatas foram boas, embora os ventos tivessem fracos. Mesmo assim foi um começo bom de campeonato, com dois terceiros lugares. A flotilha está bem embolada, todo mundo velejando junto e a competição deve ser decidida no sábado último dia de regata. Com tanto equilíbrio, cada dia vai ser uma regata diferente, vai ter bastante briga, na sexta-feira começa a entrar mais vento e isso pode mexer um pouco na classificação“, avalia Santinha, que acabou de chegar da Itália onde disputou a J-70, mas que desde o início do ano faz parte da tripulação.

Na Bico de Proa o Fantasia levou a melhor, mas o BL3 Mangalô, de Ilhabela, é o líder com seis pontos perdidos a frente do Blue Wind III. O Fantasia está em terceiro no geral.

A competição segue nesta quinta-feira com mais regatas e vai até sábado, 30.

A 49ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela é uma realização do Yacht Club de Ilhabela e da Prefeitura Municipal de Ilhabela com organização da produção da Full Time Eventos e Turismo. A competição tem o patrocínio da Mitsubishi Motors e da Phytoervas e conta com os apoios da Brancante Seguros, Robinson Crusoé, North Sails, RF Yatchs e Cerveja Corona. O evento tem também os apoios institucionais do ICMBio, Federação de Vela do Estado de São Paulo (FEVESP), CBVELA, ABVO e Marinha do Brasil. O evento tem a comissão técnica da E-ventos e Assessoria de Comunicação da Tribu Live Mkt.

Foto em destaque: America del Sur (Crédito: Acervo SIVI / Matias Capizzano)

Mais detalhes com Fabrizio Gallas – +55 21 99400-4061 e Luiz Carlos Pinto +55 21 99382-9672

De: Gallas Press

Para: Divulgação

27/07/2022

A SailBrasil é sobre muito mais do que vela e veleiros; é sobre o estilo de vida da vela e a relação que existe entre os seres humanos e o mar, descrita através de histórias curtas, mas muito bem contadas, informações atualizadas, de um lindo design e de uma fotografia impressionante.

error: Conteúdo protegido! - Content protected!
%d blogueiros gostam disto: